Polipiso do Brasil

PISO PARA CURTUME, O QUE UTILIZAR?

Curtume é o nome dado ao processamento do couro cru, assim como o nome se estende ao local em que é preparado. Para ser escolhido o melhor piso para curtume, é muito importante entendermos este processo produtivo, para dessa forma sugerirmos o piso certo.

ENTENDA OS PROCESSOS PARA A CRIAÇÃO DO CURTUME

Curtume é o nome dado ao processamento do couro cru, assim como o nome se estende ao local em que é preparado. Para ser escolhido o melhor piso para curtume, é muito importante entendermos este processo produtivo, para dessa forma sugerirmos o piso certo.

ENTENDA OS PROCESSOS PARA A CRIAÇÃO DO CURTUME
De uma maneira geral o processo de curtume dá-se da seguinte maneira:
Salga: Processo este que permite ao couro ser transformado e armazenado por vários dias;
Remolho: Remoção do sal;
Depilação: Utilização de enxofre em sua forma de sulfeto de sódio para dissolver os pelos;
Caleiro: Momento que adiciona cal hidratada para provocar o intumescimento das peles, a fim de promover a limpeza das fibras;
Desencalagem: Processo de limpeza e retirada da cal hidratado;
Purga: Acidificação do couro para acertar o PH e início ao processo de curtimento, neste momento se utiliza tanantes minerais (cromo, alumínio, titânio, zircônio etc) ou vegetais (casca de angico, barbatimão, castanheira, quebracho, etc).
A escolha de um piso para curtume deve ser avaliada inicialmente pela sua resistência a agressões químicas presentes no processo fabril, levando assim a descartarmos revestimentos ou pisos de base cimentíciais para curtume, que tem baixa resistência química, nos direcionando assim a revestimentos de base resinadas.
Não há dúvida que o piso para curtume ou revestimento para curtume ideal seja baseado em matérias à base de resina. Porém qual seria a ideal, sendo que o mercado oferece diversos tipos, tais como epóxi, poliuretano, uretano, metil metacrilato, poliuréia entre outros?
Por exclusão tiraria as resinas epóxi e poliuretanas, elas não tem boa compatibilidade com ambientes úmidos e sofrem limpeza com água constante.
Devido ao alto tráfego destes ambientes somatizando a possíveis quedas de equipamentos que podem a vir a furar o revestimento transformando este ponto, numa possível área de contaminação e percolação de água para a interfase piso revestimento ocasionando osmose, descartaria sistemas resinadas com espessuras inferiores a 6 mm.
Como última avaliação, é interessante levantar o custo-benefício de cada sistema fundamentada numa avaliação temporal prática.
O revestimento de piso para curtume que recomendamos é o Endurit Arg, revestimento argamassado de base uretana com espessura mínima de 6 mm que atende todas as premissas neste artigo contemplado. Entre em contato com a Polipiso e saiba qual o melhor tipo de piso para seu empreendimento.

Solicitar Orçamento