Polipiso do Brasil

PISO PARA INDÚSTRIA TÊXTIL, O QUE ESPECIFICAR?

O piso para indústria têxtil deve ter como premissa básica uma alta resistência física tanto para impactos pontuais como para agressividades advindas do alto tráfego e eventuais arraste de rolos de tecido, além de alguns ambientes como tinturaria sofrerem agressões químicas intensas.

CONHEÇA ALGUNS TIPOS DE PISOS USADOS EM INDÚSTRIAS TÊXTEIS

Como especificar o revestimento certo para cada setor? Conhecendo melhor cada processo que envolve este tipo de atividade. De maneira geral iremos neste artigo apresentar três tipos básicos de revestimento cada qual com uma característica diferente:

Revestimento tipo Dry Shake, ou comumente chamado no Brasil de salgamentos ou ainda de endurecedores minerais. Este tipo de produto é utilizado em ambientes onde existe uma grande intensidade de tráfego de equipamentos rodantes, tal como áreas de estoque. Sua finalidade é aumentar a resistência superficial, podendo esta ter uma performance de duas a três vezes superiores a de um concreto convencional, outra vantagem deste tipo de revestimento é pigmentar o concreto trazendo uma maior refletância da luz (natural ou artificial),  possibilitando assim que projetos sejam trabalhados com iluminação natural através de telhas translúcidas ou redução de iluminação artificial reduzindo assim o consumo de energia e consequentemente levando a uma economia financeira.
Argamassa de alta resistência, são revestimentos moldados in-loco sobre uma base de concreto, aderida através de uma ponte de aderência epóxi. Este tipo de revestimento tem uma resistência à compressão que podem chegar de duas a três vezes maiores que concretos convencionais, fazendo deste revestimento uma opção muito interessante para ambientes que necessitam de um revestimento extremamente dúctil para resistir a impactos oriundos de arraste, rolar e até mesmo de possíveis quedas de equipamentos ou objetos pesados. 
Revestimentos a base de resina uretana, também conhecido no mercado como revestimentos à base de resina vegetal ou ainda de poliuretano vegetal, este tipo de revestimento tem um alto desempenho quando colocado em ambientes com agressividades químicas, podendo citar entre estes ambientes, salas de baterias, tinturaria, área de lavagem, etc. 
Estes tipos de revestimentos são bastante utilizados como piso para indústria têxtil, porém é muito importante efetuar uma análise de agressividades do ambiente e compatibilidade com o tipo de revestimento, principalmente quanto a fatores agressivos de origem química, que podem degradar o revestimento ou apenas pigmentá-lo.
A Polipiso do Brasil tem em seu portfólio de clientes algumas das maiores indústrias têxteis do Brasil tal como: Têxtil Canatiba, Malwee, Vicunha, Paraguaçu Têxtil, entre outras. Consulte-nos para uma sugestão do piso para indústria têxtil que tenha a maior eficiência e durabilidade.

Solicitar Orçamento